segunda-feira, 6 de agosto de 2012

PEDAL NO SÁBADO

Curtindo a BR 386

Mesmo para um sábado pela manhã havia muito movimento




 Acostamento  em alguns trechos inexiste.
 Tive que segurar a bike quando passavam carros.
 Passarela da ponte.

 Olhando para trás.

 Não é Rio Negro e Solimões; é esgoto correndo do valão que corre ao lado da estrada e cai no rio dos Sinos.
 Passei sobre a ponte, contornei pela faixa de retorno e vim até embaixo dela.

 Existe uma rampa para colocar barcos na água. Talvez ainda a utilize para sair de caiaque.
 Cães  na beira da estradinha que faz o retorno e passa sob a ponte para quem vai para Nova Santa Rita. Tão acostumados com os carros que não se importam quando eles passam bem pertinho. Devem ser dali de baixo da ponte onde tem moradores e outros cães que, por sinal, em estado que da pena de ver.

 As "possantes máquinas" fora de estrada construindo a Rodovia do Parque - obra do PAC (BR 448) paradas, mas enfim, elas tem que descansar depois de uma semana de cinco dias e o congestionamento infernal da BR 116 pode esperar.

 Olha só! vai passar embaixo uma composição.
 Coff,coff! Jogou fumaça bom no meu nariz. Vamos contar quantos vagões?...












 Até que enfim e eu perdi a conta,mas, ao lado pude ver uma carroça roubando aterro da própria estrada.
 De volta para Canoas, passei pelo centro e parei em frente da igreja Matriz São Luiz Gonzaga, na praça da Bandeira.




Aqui eu cruzava a praça Emancipação, em frente do prédio antigo da prefeitura. Fotografei o monumento "O Futuro" que retrata as origens da cidade na figura dos escravos carpinteiros que construíram canoas quando montavam guarda no Mato da Estação. Fonte: "As Origens de Canoas" de João Palma da Silva.





Momento de descanso...
Depois passei também na praça Santos Dumont que todo mundo conhece como a praça do avião.

Epa! Está faltando uma placa aqui. Mas também, que não conhece Santos Dumont?

Talvez com mais tempo, mais pedaladas pela cidade que cresci e moro até os dias de hoje - nascer foi em Porto Alegre pois, nessa época não havia hospital em Canoas - então cada cantinho que eu passar vou pesquisar para postar aqui.

*****

4 comentários:

Leonardo Esch disse...

Que bom que estás pedalando, Germano! Belas fotos e boas críticas, como sempre!

Germano José Greis disse...

Olá Leonardo, Obrigado de novo pelos incentivos. Ainda tenho pedalado muito pouco mas, com tempo, pretendo ir mais longe. Abraço.

Anônimo disse...

Parabéns pela disposição Germano! Espero que tenha levado água desta vez. Abraço!!! FERNANDO BUENO.

Germano José Greis disse...

Valeu Bueno! Marca um dia para irmos naquela do Itacolomi, certo?Abraço.

Postar um comentário