quinta-feira, 29 de novembro de 2012

PROEIRA FILHINHA

Rio Caí, em Morretes
7h30m

Desci a popa do caiacão até tocar no chão enquanto a proa deslizava para trás apoiada no berço. Depois peguei pela proa e coloquei o barco inteiro no chão. Arrastei pela grama até entrar uma parte na água e coloquei algumas tralhas nos compartimentos enquanto a Filhinha aguardava no carro. 

Tudo pronto, convidei a "proeira" para embarcar e, prontamente, ela assumiu o assento dianteiro do caiaque  sem que molhasse as patas. Empurrei o caiaque mais para frente, embarquei  e saímos navegando.

A remada seria até o rio das Balsas mas, parecia que começaria chover em seguida e quando chegamos na foz do Caí, já um ventinho entrava de frente levantando pequenas ondas. Achei melhor voltar pois não estava usando saia e não sabia como poderia reagir a Filhinha. Depois de voltar e subir um pouco acima de onde partimos, voltamos até a foz pela segunda vez.
















A  nossa pequeníssima remada tinha o propósito de treinamento e o desempenho da Filhinha foi aprovado, tanto que, chegamos de volta sem que ela tivesse se molhado e, até por alguns minutinhos, tirou uma soneca enquanto o barco navegava. Sinal que está se familiarizando rapidamente com as lidas de barco e de águas.
Andamos uns seis ou sete quilômetros no tempo de mais de duas horas.

*****








4 comentários:

Leonardo Esch disse...

Mazááá!!! Voltando pra água em grande estilo, hein??? Quando levar a Deusa, então... Vai te preparando, ela vai mandar abrir as águas pro Caia-Cão passar!!! Já para levar os gatos... bem, aí já é tarefa praticamente impossível!!! :)
Bela postagem, bom ver o amigo de volta ao ambiente aquático!
Quando quiser parceria para remar, estamos aqui!!!
Abração!

Tiane disse...

Que legal Germano!!!! A Filhinha merece nota 11!!! Muito legal mesmo! Já podemos marcar uma remadinha com a cachorrada, né?! O Tombinho ainda não andou sozinho,mas adorou o passeio lá no Maquiné! Muito legais as fotos! Bjinho!

Germano José Greis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Germano José Greis disse...

Eu vi as fotos do Tombinho e acho que ele andaria sobre o deck se colares fita antiderrapante. Vais ver que ele vai até a proa e volta sem interferir no movimento do remo. O nosso Bradock andava assim e saltava na água, ia de um caiaque para outro ou voltava a bordo tranquilamente.O Tchaico andou muito pouco e, a Filhinha, tem muita idade para peripécias mas, ela confia muito em mim e está se liberando. Veja que ela nunca tira os olhos de mim.Vamos combinar um remada semana sim. Abraços.

Postar um comentário