quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

BOM RETIRO DO SUL A PORTO ALEGRE DE CAIAQUE



Charqueadas - Terceiro dia



Clareou o dia. Eu abri a porta da barraca e fiz as duas fotos: uma do rio e outra do acampamento.
Depois tomei coragem, reuni forças e... comi um tomate e duas fatias de pão sete grãos com uma bebida láctea que nem quero lembrar o nome de tão ruim.

Quando me joguei na barraca na chegada ao acampamento era para descansar e, depois de me recuperar um pouco, preparar um lanche. Só que não consegui. Passei mal durante a noite,  muito cansado devido ao grande esforço da remada e não tive coragem de abrir o saco de comida para comer alguma coisa.
Estava muito complicado e teria que carregar tudo para o barco descendo e subindo o barranco do rio.
Caminhei uns passos e fiz umas fotos do nascer do sol e quando o telefone tocou. Era de casa me avisando que o tio e amigo Marçal havia falecido.

Lamentei muito porque esperava que ele se recuperasse e saísse do tratamento intensivo para visitá-lo no hospital. Agora devia voltar mesmo e comparecer na despedida desse amigo. Na segunda ligação combinei o ponto de resgate que seria em Estação Fanfa. 

Partimos daquele acampamento e eu remava como se tivesse cem quilos em cada braço e com muita dificuldade cheguei no porto de Fanfa. Ali fiquei aguardando o carro e os parceiros Leonardo e Maciel prosseguiram a remada.

Fiquei imaginando se conseguiria chegar ao final da remada e lembrava que poderia ter muito vento e ondas pela frente. Mas, de qualquer maneira, tinha que retornar mesmo que estivesse com todo vigor da juventude.











Chegando ao porto de Estação Fanfa.








No outro dia falei com Leonardo por telefone para saber como havia terminado a remada e estava tudo bem, porém , haviam mudado o ponto de chegada para Morretes  devido ao vento que vinha de SE pelo canal do Jacuí desde o rio Guaíba (Gasômetro). Maciel comentou sobre ondas e vento pela proa o tempo todo.
Essa era uma alternativa para resgate prevista para qualquer situação diferente que surgisse. A chegada não foi no ponto estabelecido mas, ao passar no Delta do Jacuí ( rio das Balsas), na costa da ilha do Lages, podemos dizer que eles cruzaram por Porto Alegre.

***

Caiaque Markopollo.................................Leonardo Esch
Caiaque Arti..........................................Leonardo Maciel
Caiaque Cabo Horn..................................Germano Greis

*****







2 comentários:

Leonardo Esch disse...

Apesar dos pesares - grande distância, condições desfavoráveis por conta do forte vento e pequenas ondas contrárias, trágica notícia que fez com que o amigo abreviasse a remada conosco (e ficou faltando a foto do "uhúúúú!" a três no final) - foi uma bela remada, num percurso interessante. Pela primeira vez vi pessoalmente uma eclusa funcionando de verdade. Tive o privilégio de remar com dois amigos pelo rio Taquari, aproveitando a correnteza do primeiro dia. Enfim, pude compartilhar das belezas que esse tipo de remada proporciona. Foi uma bela remada de estreia em 2012, valeu!!! Belas fotos, como já é característica do blog!

Germano José Greis disse...

Também achei muito legal essa remada e a parte ruim foi a notícia triste. Esse projeto seria desde a foz do rio Forqueta e queria cruzar pela eclusa mas, somente o Maciel confirmou na época e mudamos para a Ponta Escura. Parecia que somente ele, fora eu, queria fazer essa descida e insistia para que fosse na primeira semana de janeiro e, de sairmos em Bom Retiro. Foi bom afinal, termos adiado daquela vez, assim, pudemos contar com mais a tua indispensável e valiosa companhia. Valeu Leonardo

Postar um comentário